28 de dezembro de 2020

Cordial realiza comemoração de Natal para Grupo de Mães da Casa do Coraçãozinho

A celebração contou com uma festinha virtual e entrega de cestas básicas no formato Pegue e Leve

Por Kamilla Abely

Todos os anos, a comemoração natalina da Casa do Coraçãozinho ganha cor, alegria e diversão com o encontro do Grupo de Mães da Casa. Neste ano, a nossa celebração teve que ser adaptada em virtude da pandemia da Covid-19. Com isso, foi realizada uma confraternização virtual na segunda-feira (21), além da entrega de cestas básicas para as famílias atendidas pela instituição na terça-feira (22).

O evento virtual contou com mensagens de afeto e acolhimento entre o grupo de mães e os voluntários Amigos do Coraçãozinho. Atrações virtuais como a do cordelista Marcos Brandão do Proezas Nordestinas e as cantatas de Natal apresentadas pelos voluntários fizeram a animação do encontro, além do sorteio de brindes para as mamães participantes.

Na entrega presencial das cestas natalinas, as mamães puderam fazer a retirada de forma rápida e segura, no formato Pegue e Leve para evitar aglomerações. Os mantimentos doados foram arrecadados pelo grupo de voluntários Amigos do Coraçãozinho que sempre se mobiliza nas comemorações da instituição, dando suporte às famílias de crianças cardiopatas atendidas pelo ambulatório.

“É de uma felicidade sem tamanho ajudar a ofertar esses momentos para as famílias carentes atendidas da Casa do Coraçãozinho, tudo só foi possível graças à mobilização do grupo de voluntários. Fico muito feliz em alcançar essas pessoas e poder proporcionar esse sentimento de pertença a uma instituição como a Casa do Coraçãozinho que tem um olhar de cuidado para com elas”, enfatizou a coordenadora do Serviço Social da Casa, a assistente social Cristina Bento.

“Apesar de esse ano ter sido complicado ao vivenciarmos essa pandemia, o Grupo de Mães da Casa se manteve unido de modo virtual. As nossas reuniões e confraternizações online foram muito proveitosas e emocionantes. Eu só tenho a agradecer por tudo, porque sem a Casa do Coraçãozinho, as nossas crianças estariam à deriva, como um barco, e nós como mães estaríamos sem um norte. O Grupo de Mães da Casa é um suporte onde procuramos nos ajudar e nos unir como podemos. Agradeço, em nome de todas as mamães, a toda equipe da Casa do Coraçãozinho, em especial à assistente social Cristina pelo trabalho brilhante em prol das nossas crianças”, afirmou Fabiana Oliveira, participante do Grupo e mãe de uma criança cardiopata de 3 anos de idade.

Mesmo em um ano atípico pelo distanciamento imposto pela pandemia, o grupo continuou se reunindo e se articulando por meio de reuniões virtuais e comunicação remota.

Sobre o Grupo de Mães

O grupo de mães, conduzido pelo setor de Serviço Social, foi criado com o intuito de garantir o acesso ao tratamento adequado e assegurar o exercício pleno dos direitos das crianças e adolescentes, servindo de acolhimento e amparo emocional para as famílias. A assistente social também auxilia no planejamento de um projeto de vida saudável, adequando-se à necessidade e perspectiva do cuidado com a criança ou adolescente cardiopata.

Como forma de estimular a autoestima das mães e apresentar novas possibilidades de geração de renda, nos encontros do grupo, são realizadas oficinas de arte e cuidados. As reuniões contam ainda com a socialização dos saberes e das experiências entre as mães presentes, rodas de conversa e eventos comemorativos. O grupo tem por objetivo central a construção de uma rede de apoio aos pacientes da Casa do Coraçãozinho, por meio de parcerias com instituições governamentais e não governamentais.

28 de dezembro de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *