16 de julho de 2020

UTI Virtual COVID-19 abrange seis hospitais da rede SUS de Alagoas

Implantação do projeto foi concluída no município de Palmeira dos Índios no fim de junho

A implantação da UTI VIRTUAL COVID-19 nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) do estado de Alagoas foi concluída recentemente, sendo finalizada com a instalação no Hospital Regional Santa Rita em Palmeira do Índios na última sexta-feira (26) do mês de junho.

O projeto vem auxiliando no enfrentamento da COVID-19 em Alagoas ao buscar fortalecer a atuação dos profissionais da saúde da linha de frente da doença. De acordo com o boletim epidemiológico de quarta-feira (15/07), disponibilizado pela SESAU, Alagoas conta com 47.864 casos confirmados, 1.536 suspeitos, 40.876 recuperados e 1.331 óbitos decorrentes do novo coronavírus

Leia também: UTI VIRTUAL no combate à COVID-19 em Alagoas

Atualmente, a UTI Virtual abrange seis hospitais da rede SUS alagoana, sendo eles: Hospital da Mulher, Hospital Metropolitano, Hospital Regional de Arapiraca, Hospital de São Miguel dos Campos (Santa Casa), Hospital Carvalho Beltrão (Coruripe) e, por fim, Hospital Regional Santa Rita (Palmeira dos índios).

Com pouco mais de um mês de funcionamento, a UTI VIRTUAL já realizou diversas interações por meio da telemedicina, influenciando mudança na conduta terapêutica desses pacientes. Essa mudança se dá através da obtenção da segunda opinião médica especializada que contribui com um tratamento mais assertivo do paciente internado.

Vídeo de acervo: ecocardiograma sendo realizado por ecocardiografista na UTI virtual e médica plantonista no Hospital da Mulher

A iniciativa já está contribuindo para salvar vidas em Alagoas. Esse é o caso de Lislayne Sannyele (18), alagoana que venceu a batalha contra a COVID-19, contando com o apoio da equipe e tecnologia da UTI Virtual em seu tratamento, incluindo, além da discussão clínica terapêutica, a realização remota de um ecocardiograma.

“A UTI VIRTUAL é muito importante para salvar a vida de pessoas internadas com COVID-19, assim como ajudou a salvar a minha. Agradeço a todos os médicos que ajudaram na minha recuperação e da minha filha que testou negativo, felizmente” conta a jovem que passou 45 dias internada. Em casa, Lislayne agora aguarda a filha Maria Isabelly que, por nascer prematura, está se recuperando na Mãe Canguru (Maternidade Escola Santa Mônica).

“Conseguimos mostrar que é possível cuidar à distância, oferecendo de perto uma boa orientação especializada de terapia intensiva, cardiologia, infectologia e ecocardiografia, tendo como fruto duas vidas salvas (mãe e bebê) com sucesso, mesmo diante de uma situação de extrema gravidade”, relata Dr. Raniere Cabral, médico intensivista.

A UTI Virtual COVID-19 Alagoas, proposta pelo Hospital do Coração através da Cordial , conta com o apoio e patrocínio de instituições como o Ministério do Trabalho e empresas como Equatorial Energia e Aloo Telecom.

“O Projeto UTI Virtual é mais uma prestação de serviço, promoção à saúde e contribuição da Cordial para com a sociedade alagoana, principalmente nesse momento de pandemia do novo coronavírus. Uma ferramenta para somar esforços às ações governamentais e dos profissionais de saúde que estão na linha de frente do combate à doença, salvando vidas”, ressaltou Otoni Veríssimo, Diretor Executivo da Cordial.

Por meio da teleorientação, telemonitoramento e teleinterconsulta, a UTI Virtual propicia, a partir do Hospital do Coração, a discussão de casos, com som, imagens e visualização de exames em tempo real, além da segunda opinião e auxílio à decisão médica.

“Ofertado gratuitamente às unidades de terapia intensiva que atendem pacientes da rede SUS, o programa visa ser um importante aliado para as equipes dessas UTIs, sobretudo àquelas formadas exclusivamente para o enfrentamento da pandemia e portanto equipes muito novas” afirma Ricardo César Cavalcanti, Diretor-presidente do Hospital do Coração e idealizador do projeto.

Por Kamilla Abely

16 de julho de 2020

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *