28 de setembro de 2017

Jantar beneficente em prol da Casa do Coraçãozinho

Nada é mais gosto que fazer o bem

Quatro dos mais celebrados chefs brasileiros da nova geração marcaram um encontro em Maceió, em prol dos pequenos corações de Alagoas.

Esse encontro foi denominado de Encontro de Chefs, um jantar beneficente que a Fundação Cordial, braço social do Hospital do Coração realizou na última sexta-feira (22), no restaurante do hotel BW Premier, com o objetivo de arrecadar fundos para o projeto Casa do Coraçãozinho.

Com o espirito de solidariedade, o chef alagoano Guga Rocha abraçou o Projeto Coraçãozinho e convidou seu colegas de cozinha, os chefs Thomas Troisgros e Dalton Rangel, do Rio de Janeiro, e Alysson Muller, de Santa Catarina. Esse encontro deu o que falar e esgotou as reservas.

“Fazer o bem é saboroso! Agradeço de coração a todos que lotaram o Jantar Beneficente promovido em prol dos pequenos corações de alagoas, eles merecem”, declara Chef Guga Rocha.

Sobre os chefs convidados

Guga Rocha

Alagoano revelado para o mundo no quadro Super Chef do programa Mais você, da Rede Globo, em 2010, Guga Rocha já foi um dos apresentadores do Homens Gourmet, do canal FOX Life, e hoje é um dos nomes mais celebrados da nova geração de chefs brasileiros.

Com experiência em mais de trinta  países como Itália, Portugal, Espanha, Tailândia, Indonésia, Grécia, Canadá e França. Guga faz uma cozinha criativa, leve e rica em sabores. É criador do que chama de Cozinha Tropicalista, estilo culinário inspirado na ideia do movimento tropicalista de utilizar influências das correntes mundiais; sob uma ótica das tradições, da cultura e do folclore brasileiro.

Thomas Troisgros

Neto do francês Pierre Troisgros, um dos criadores da nouvelle cuisine, três estrelas Michelin há 47 anos consecutivos, e filho do também francês Claude Troisgros, Thomas Troisgros, dá continuidade à aclamada fama da família. Atualmente está à frente das cozinhas da CT Boucherie, da CT Brasserie e do Olympe, este último eleito pela revista Restaurant, uma das mais respeitadas publicações do mundo no segmento de gastronomia, como o 17º melhor da América Latina (o mais bem colocado do Rio de Janeiro).

Alysson Müller

Também chamado de rei do polvo, o chef Alysson Müller prepara e serve quatro toneladas de molusco todos os meses em seu restaurante Rosso, em Florianópolis, Santa Catarina, onde também faz com maestria outros pescados e frutos do mar do litoral catarinense. Comanda ainda o restaurante italiano Artusi e presta consultoria para o Balcão Mané, no Mercado Público de Florianópolis.

Dalton Rangel

Amigo e parceiro do chef alagoano Guga Rocha desde que ambos foram finalistas do quadro Super Chef, no programa de Ana Maria Braga, e participaram juntos do programa Homens Gourmet, na Fox, Dalton Rangel hoje é consultor gastronômico do programa Hoje em Dia, onde comanda o quadro Hora da Xepa, na TV Record. Formado em gastronomia pela universidade SENAC, já passou por Portugal, Irlanda, Tailândia e Itália trabalhando em diversas cozinhas e  pesquisando sabores do mundo.

Sobre a Casa do Coraçãozinho:

Iniciativa inédita no país, a Casa do Coraçãozinho é o centro de referência em cardiopatia congênita de Alagoas e foi inaugurada em 09 de dezembro de 2016. Sonho que virou realidade, idealizada pelo diretor-presidente do Hospital do Coração de Alagoas e presidente da Fundação Cordial, Dr. Ricardo Cesar Cavalcanti, é fruto de uma parceria público-privado firmada entre o Governo do Estado e o Hospital do Coração de Alagoas, por meio da Fundação Cordial. A Casa do Coraçãozinho é uma expansão do Projeto Coraçãozinho, Serviço Estadual da Cardiopediatria em Alagoas, já realizado nas dependências do Hospital do Coração desde 2015. Concebido dentro de um modelo de excelência, a Casa conta com uma estrutura composta por consultórios médicos, brinquedoteca, área de treinamento para pediatras e cardiopediatras e um auditório onde são realizados programas de educação continuada em medicina, destinados aos profissionais do Hospital. Realiza exames e acompanhamento ambulatorial clínico e cirúrgico das crianças cardiopatas, além disso, há um espaço de acolhimento para que as famílias do interior possam, quando precisar, ter um local para se acomodar próximo ao paciente. É oferecido tratamento integral e humanizado através de uma equipe multiprofissional composta por cardiologistas, psicólogos e assistentes sociais entre outros profissionais apaixonados por esses pequenos e por servir a população carente de Alagoas, já que o atendimento é 100% SUS.

                                  

28 de setembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *